Chat no mensseger

24 de fev de 2011

Andrés faz desafio ao Clube dos 13 e não se preocupa com dívida

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, que confirmou a desfiliação do Clube dos 13 na última quarta-feira, não se preocupa com a dívida que o clube tem com a entidade. O débito chega a cerca de R$ 22 milhões, por meio de empréstimos bancários cujo avalista é o C13. Este valor é equivalente às cotas do Brasileirão até setembro deste ano.

A entidade grante que a saída do Timão ainda não é definitiva e tem um argumento para isso: segundo o estatuto, um clube precisa avisar com 60 dias de antecedência para se desfiliar do C13.

- O dinheiro será do Corinthians. O Clube dos 13 era quem repassava o dinheiro da TV, e eu tenho uma dívida com o Clube dos 13. Então posso mandar uma carta para quem vai ter o direito e peço para me passar (o dinheiro). Minha cota vai pro Clube do 13 e pronto. Está paga (a dívida) - afirmou o mandatário, em coletiva nesta quinta, no CT Joaquim Grava.
Andrés ainda fez um desafio ao C13 e aos clubes que ainda permanecem ligados à entidade. Segundo ele, tais clubes já receberam o valor adiantado dos próximos anos. O contrato atual vai até o Brasileirão deste ano. A próxima negociação envolverá o triênio 2012-2014.

- Eles (Clube dos 13) têm que explicar se deram dinheiro para algum clube além de outubro de 2011. Eles têm que abrir isso aí. Coloquem o balanço no site, estou falando de documento de um ano atrás. Se querem abrir tudo, vamos abrir tudo. Ache mais um clube aberto do que o Corinthians - desafiou o presidente.

- O Clube dos 13 não é uma associação que trabalha na venda de licenciamentto, que trabalha pelos clubes, que tenta mudar o calendário. Tem de ter espaço para fazer amistosos no exterior... Muita coisa tem de ser melhorada no futebol brasileiro. Eu vou defender meus conceitos. Se andar 20% do que está hoje, já será uma vitória - completou Sanchez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário